Quarto passo

Tratamento

“O convite é amarmos, sim. Amar como Ele nos amou.

(...)

Todos nós recebemos em essência o caminho. Todos os artefatos, todos os artifícios, todas as ferramentas para que nós possamos amar.

(...)

Tudo em nós caminha para o amor.

(...)

Caminhemos com toda força em direção ao nosso centro, ao que há de mais precioso em nós, e aí encontraremos Deus. Essa fagulha divina a brilhar, a dar-nos a direção precisa, clara. . E, aí brilharemos. Estrelas incandescentes do amor de Deus na terra. Emanaremos o amor, confiemos, sejamos filhos."

Tratamento

Tratamento - Casinha Belém
00:00 / 00:00

Caríssimos irmãos e irmãs, trazemos aqui, a nossa pequena contribuição para reflexão desta noite,deste trabalho.
Amados e amadas, o convite de Deus, o grande convite do Cristo Amado, do Nosso Doce e Amoroso Raboni é um, o mesmo. Em todos os tempos sempre foi o mesmo. O convite é amarmos, sim. Amar como Ele nos amou. É amar tanto a Deus, tanto ao Pai. É brilhar este amor numa intensidade tão grande que transformamo-nos em estrelas de amor, enquanto caminhamos por essas paragens. Difícil? Não. Não... Possível. Todos nós recebemos em essência o caminho. Todos os artefatos, todos os artifícios, todas as ferramentas para que nós possamos amar.
Recebemos o corpo, recebemos uma família, recebemos talentos, recebemos tudo. Entramos numa nova organização encarnados, trazendo este selo maravilhoso de amor. Somos cuidados, zelados, cada qual com o seu merecimento. Cada qual com aquilo que semeou em vidas passadas.
Recebendo nessa existência, este pequeno e maravilhoso ato de correspondência do amor em vidas pregressas.
Amado e amada, e aqui estamos nós prontos para esse pequeno e grande exercício de sermos nós mesmos, com todas as belezas, e às vezes com todas as dificuldades que carregamos. Mas, nós sabemos no íntimo do nosso ser, nós sabemos que temos de Deus. Que temos do Nosso doce Raboni, de Jesus, nosso Mestre amado, todo o apoio necessário, para que nós possamos caminhar em amor.
Não precisamos de dinheiro, não precisamos de nada, amados. Nada que não seja o amor de Deus em nós, nada que não seja aquilo que já trazemos em nossa essência. E, tudo que sair disso é desamor. É servir a um senhor cruel, um senhor que nega a essência do amor em nós. Tudo em nós caminha para o amor. Vivemos, seguimos nesse caminho vital, amoroso, belo.
Sigamos todo esse conjunto de regras e normas. Olhemos para frente e estaremos reproduzindo o caminho do amor na terra.

Como? Sendo nós mesmos. Sendo bons filhos, sendo bons companheiros, sendo bons amigos, enfim, fazendo tudo que está ao nosso alcance. As nossas lutas serão intimas. Nós lutaremos contra os nossos vícios, contra as nossas dificuldades de vidas passadas, e saberemos muito claramente a diferença entre um e outro. Por quê? Trazemos em nós a consciência.
Trazemos em nós esse caminho claro, preciso, de por onde caminharmos, Então amados, pensemos nisso. Caminhemos com toda força em direção ao nosso centro, ao que há de mais precioso em nós, e aí encontraremos Deus. Essa fagulha divina a brilhar, a dar-nos a direção precisa, clara. E, aí brilharemos. Estrelas incandescentes do amor de Deus na terra.
Emanaremos o amor, confiemos, sejamos filhos.
Olhemos para a essência de nós mesmos e encontraremos Deus em nós, a paz em nós. Paz no coração de todos.

As Mães de Chico Xavier

O filme "As Mães de Chico Xavier" conta a história do jornalista Karl que insiste em entrevistar Chico Xavier, o médium brasileiro mais famoso, mesmo sem estar preparado para presenciar seu trabalho. E durante esse período a vida de três mulheres são transformadas quando elas recebem o conforto de suas palavras e reencontram a esperança.

29:00
Rita a babá leva o garoto para andar de bicicleta 

31:53
A mae de teo chega em casa e o vê machucado 

45:00
A mãe recebe a notícia de que seu filho morre 

1:05:28
Conversa da mãe e da professora 

1:10:40
O pai com dificuldades 

1:12:00
A mãe acolhendo o pai 

1:22:30
O pai vendo uma fita k7

1:25:00
Chico conversa com a mãe de téo 

1:33:50
O atendimento da mãe 

1:38:40
Conversa no carro 

 

Amig@s, deixamos aqui como referência este filme sobre a vida e obra de dr. Bezerra de Menezes e em especial uma passagem do filme e da vida deste maravilhoso espírita, para que possamos refletir neste caminho da Caridade.  Na  régua de e tempo do filme, nos minutos (59:38) veremos uma cena onde Dr. Bezerra está com seu filho em febre e batem a sua porta pedindo ajuda... Ele prontamente resolve atender a menina doente e confia o seu filho aos cuidados de  sua esposa e  sobretudo à Deus.

Lindo exemplo de que a cura, o tratamento, vem de Deus, nosso Pai... e de nossa capacidade de aceitação e transformação de nossos caminhos – ressignificação de nossas ações no bem.

O filme traz uma série de bons exemplos. Uma obra muito rica. Sugerimos apreciá-lo e refletirmos...

Boa audiência!

Universidade comprova poder do passe espiritual

Clara conversa com Francisco e diz que todos o acham louco agora porque ele canta com os pássaros e corre atrás de borboletas, mas ela o achava louco antes quando ele lutava e ia pra guerra, quando todo o resto o achava normal. Ela o acha normal agora em harmonia com a natureza, com Deus.

No  recorte do  filme temos no intervalo de 3:08 min. até 4:10min. o momento da fala de Clara com Francisco:

Musica: Doce é Sentir